ISSN 0718-6894 versão online
ISSN 0716-1530 versão impressa

INSTRUÇÕES AOS AUTORES

Alcance e política editorial
Forma e preparação de manuscritos
Envío de manuscritos

Alcance e política editorial

O Boletín del Museo Chileno de Arte Precolombino é uma revista semestral fundada em 1985. Publicam-se ensaios, artigos e reportagens de investigagao em espanhol ou ingles sobre arte aborigene americana, especialmente arte pré-européia.

As contribuições são recebidas em áreas como arqueologia, antropologia, atnografia, arquitetura, artes visuais, cognição, cosmologia, ecologia, economia, etnia, história cultural, ideologia, musicologia, simbolismo, tecnologia e outros assuntos relacionados, sempre que o conteúdo e o material gráfico destas contribuigoes guardem uma clara e justificada vinculagao com o tema central da revista (arte aborigene da América). Aqueles artículos que combinam duas ou mais destas áreas temáticas sao especialmente bem-vindos.

Processo de avaliagao

O aviso de recebimento de um manuscrito é via e-mail, e não implica uma aceitação do material. Todos os manuscritos estão sujeitos a revisão por pares duplo cego, antes de sua aceitação pelo Comitê Editorial. O processo de avaliação pode levar vários meses, mas os co-editores são responsáveis de informar os autores o mais rápido possível sobre a aceitação ou rejeição de um manuscrito.

As sugestoes dos avaliadores, junto as observacoes do Comité Editorial e dos editores, sao remetidas aos autores, que devem acusar recebimento deste material e responder segundo o prazo especificado, indicando que aspectos foram considerados e quais foram omitidos, justificando sua opcao neste caso. Uma vez recebido o manuscrito corrigido, a revista decide finalmente sobre sua aceitacao ou rejeição.

Responsabilidade dos editores

O processo de avaliação pode levar vários meses, mas é de responsabilidade dos co-editores informar os autores o mais rápido possível sobre a aceitação ou rejeição de um manuscrito.

Responsabilidade dos autores

Os autores sao responsáveis do conteúdo de suas contribuicoes, a exatidao e das citacoes e referéncias bibliográficas e pelo direito legal de publicar o material proposto, razao pela qual devem contar antecipadamente com a autorizacao para reproduzir figuras e dados protegidos pela legislagao vigente. Os trabalhos devem ser origináis e inéditos durante o processo de edigao nesta revista e nao podem estar sob consideragao editorial em outra publicagao. Una vez publicados pelo Boletín, nao podem ser divulgados em outra revista, salvo se for em um idioma diferente ao original.

O Comitê Editorial do Boletim do Museu Chileno de Arte Pré-Colombiana exige aos autores do manuscrito que o seu conteúdo seja original e inédito. No caso de uso de material publicado anteriormente pelo (s) mesmo (s) autor (es) do manuscrito em avaliação, esse material deve ser citado adequadamente, seguindo os padrões de referência bibliográfica e de referência desta revista.

O (s) autor (es) do manuscrito em avaliação, abaixo assinado(s), expressam conhecimento da declaração de boas práticas, normas, direitos e obrigações editoriais.

Forma e preparação de manuscritos

Formalidades da apresentação

O texto digital deve estar em uma versão de processador de texto Word, com as páginas folheadas corretamente, em tamanho carta (216 x 279 mm), em fonte tamanho 11, em espaçamento simples, com margens de 3 cm em todas as direções da página. Todas as seções devem ser consideradas (resumo e abstract, texto, referências, notas, figuras, anexos, etc.), o trabalho não deve exceder 9000 palavras. Os autores enviarão um único arquivo em Word com todas e cada uma das imagens insertadas em baixa resolução, acompanhadas de legendas, para facilitar a preparação do manuscrito a ser enviado aos avaliadores.

Primeira página

Inclui apenas o nome, afiliação institucional (se aplicável), endereço postal e endereço eletrônico do autor, assim também como os agradecimentos (se houverem). Isso é feito para facilitar o anonimato no processo de revisão.

Segunda página (antes do texto)

Inclui o título em português e inglês do artigo, além de um resumo de no máximo 150 palavras, também na versão bilíngue. Uma lista de três a sete palavras-chave também deve ser incluída nos dois idiomas. As traduções para o inglês serão revisadas por um profissional e modificadas de acordo com seus critérios, com a supervisão do Editor.

Qualificações

O título do artigo e os subtítulos no texto devem ser concisos, principalmente estes últimos, uma vez que o layout da revista é em colunas. O Editor se reserva o direito de modificá-los, se necessário. Os subtítulos primários, secundários ou terciários devem ser claramente hierarquizadas, seja pelo tamanho da fonte, números ou outro tipo de notação.

Numeração

Os autores tentarão evitar numeração excessiva (por exemplo, itens ou descrições "telegráficas"), em favor de um desenvolvimento mais literário e fluido.

Notas para o texto

São acompanhadas sob o cabeçalho "Notas" no mesmo documento principal e suas chamadas no texto são indicadas consecutivamente com algarismos arábicos no modo superindice. Estes últimos sempre vão depois de um ponto seguido ou um ponto final, nunca no meio de uma frase. Notas excessivas devem ser evitadas e também limitar o seu comprimento. O editor poderá reduzir aquelas que sejam muito grandes.

Citações no texto

As citações textuais devem estar entre aspas e claramente referenciadas à bibliografia, incluindo paginação, de acordo com a seguinte fórmula: (Cruzat 1898: 174-178).

Se o autor for mencionado no texto, seu sobrenome poderá aparecer seguido pelo ano de publicação do título entre parênteses e com o número da página se a referência der merecimento para isso: Cruzat (1898: 174-178) afirma que ...

São citados até dois autores. Se houver mais de dois, o primeiro autor é nomeado e se adiciona et al: (Betancourt et al. 2000: 312).

Os autores de diferentes publicações citadas no mesmo parêntese ou comentário devem ser ordenados cronologicamente e não alfabeticamente.

As citações que excedem 40 palavras ficam sem aspas e a espaçamento simples do texto (para cima e para baixo), sangria na margem esquerda e com fonte 10, ou seja, dois pontos a menos que o texto geral. No final da consulta, a referência correspondente (autor, ano e página) deve ser indicada entre parênteses. Para esses fins, as notas não devem ser usadas, a menos que a citação exija alguma precisão ou comentário. Nesse caso, o número da nota vai imediatamente após a referência entre parênteses.

Referências

Em relação ao título "Referências", deve ser incluída uma lista bibliográfica limitada exclusivamente às referências citadas no texto, nas notas ao texto e nas legendas das ilustrações, tabelas e quadros. Esta lista é ordenada alfabeticamente pelo autor e cronologicamente no caso de dois ou mais títulos do mesmo autor.

Os dados editoriais de cada referência devem estar completos e ordenados da seguinte forma: autor (es), ano de edição, título, local de publicação, impressão ou editorial e outros dados cujas características variarão dependendo da referência do livro, artigo, revista etc.

A seguir, alguns exemplos de diferentes tipos de trabalhos:

Libros
Murra , J. 1978. A organização econômica do Estado Inca. Cidade do México: século XXI.

Se aplicável, o primeiro ano ou o manuscrito original deve ser colocado entre colchetes, principalmente no caso de fontes coloniais:

Bertonio, L. 1956 [1612]. Vocabulário da língua aimara. Cochabamba: Ceres.

Capítulos ou artigos inseridos em livros
Todos os artigos de revistas ou artigos inseridos em publicações de livros devem ter o número de páginas. O nome da publicação deve estar em itálico.

Kubler, G. 1981. Período, estilo e significado na arte americana antiga. Na Mesoamérica Antiga, J. Graham, Ed., Pp. 11-23. Palo Alto: Uma publicação espiada.

Artigos em revistas
Conklin, WJ 1983. Tapeçaria de Pukara e Tiahuanaco: tempo e estilo em uma tradição de tecelagem na Sierra. Ñawpa Pacha 21: 1-44. Berkeley: Instituto de Estudos Andinos.

Llagostera, A., T orres, C. & C osta, MA 1988. O complexo psicotrópico em Solcor-3 (San Pedro de Atacama). Atacameños Studies 9: 61-98.

Artigos em publicações de congressos ou anais
Irribarren, J. & Bergholz, H. 1972. A Trilha Inca em um setor do norte do Chico. Em Anais do VI Congresso de Arqueologia Chilena, H. Niemeyer, Ed., Pp. 229 - 266. Santiago: Universidade do Chile - Sociedade Chilena de Arqueologia.

Manuscritos
Sinclaire, C. 2004 Sra. Ocupações pré-hispânicas e históricas nas rotas despovoadas de Atacama: primeira sistematização. Relatório arqueológico parcial, Projeto Fondecyt N ° 10400290.

Memórias, seminários de título ou tese
Vilches, F. 1996. Espaço e significado na arte rupestre de Taira, rio Loa, II Região do Chile: Um estudo arqueológico e astronômico. Memória para se qualificar para o título de Arqueólogo, Departamento de Antropologia, Universidade do Chile.

Recursos eletrônicos
Mercado, C. 1996. Música e estados de consciência em festivais rituais no centro do Chile. Imensa ponte para o universo. Chilean Journal of Anthropology 13: 106-125.

<http://csociales.uchile.cl/publicaciones/antropologia/13/docs/antropologia 13.pdf> [ acesso em 21 de junho de 2019 ].

Filmes
Meneses, M. 1994. Wichan: o julgamento. 25 min. Kien Productions, Chile.

Figuras

Cada trabalho pode conter até 15 ilustrações, considerando fotografias, diagramas, planos, mapas e desenhos. Todas as ilustrações são denominadas "Figuras" e, no texto, devem ser denominadas de forma abreviada: (fig. 1), (figs. 3-7). Além disso, elas devem ser numeradas sequencialmente, na mesma ordem em que são citadas no texto. Em um documento separado devem ser entregues os textos associados às imagens, também numerados consecutivamente. Os textos devem ser breves (não mais que 30 palavras), indicando porém, os créditos correspondentes.

Qualquer ilustração que precise deve ter indicações de tamanho no sistema métrico; uma escala gráfica no caso de mapas e desenhos e medidas no caso de fotografias (largura, comprimento ou altura). A revista assumirá a elaboração dos mapas de cada artigo, para os quais cada autor ficará encarregado de entregar um mapa provisório com os pontos ou locais a serem destacados.

A qualidade técnica e artística das ilustrações é um critério importante na aceitação do artigo. As fotografias devem ter uma resolução não inferior a 300 dpi.

Considerando as condições da entrega digital, os autores poderão entregar as imagens por email, Wetransfer, Dropbox, Drive ou qualquer sistema de armazenamento semelhante.

No caso de mapas, uma resolução ou tamanho de arquivo específico não é necessário, pois os mapas são reprojetados com um estilo já definido. Em uma fotocópia de um mapa que representa a área mencionada, os autores devem marcar os principais nomes de lugares citados no texto.

Tabelas e quadros

Todas as tabelas e quadros devem ser enviados na forma de arquivos do processador de texto Word e inseridas no manuscrito. O material deve ser identificado com um título descritivo breve, ordenado de forma correlativa com algarismos arábicos e apresentado em uma folha separada, sob os títulos "Tabelas", "Quadros" ou "Gráficos". Este tipo de material deve aparecer citado no texto.

Downloads

Uma versão em PDF destas Diretrizes editoriais pode ser descarregada em: http://boletinmuseoprecolombino.cl/para-los-autores/normas-editoriales/.

http://boletinmuseoprecolombino.cl/wp/wp-content/uploads/2015/12/Buenas-pra_cticas-Boleti_n-MChAP.pdf.

Envío de manuscritos

Os manuscritos são recebidos a qualquer momento e serão publicados em ordem de aceitação. Os artigos devem ser enviados para:

[Sobre esta revista] [Corpo editorial] [Assinaturas]


Museo Chileno de Arte Precolombino

Bandera #361
Casilla 3687
Santiago - Chile
Tel.: (56-2) 2928 1500
Fax: (56-2) 2697 2779


boletin@museoprecolombino.cl