SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 número2INVESTIGACIÓN CUALITATIVA, ENSEÑANZA Y ASISTENCIA DE ENFERMERÍA: INTERACCIÓN QUE FAVORECE EL CUIDADO CULTURAL índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Ciencia y enfermería

versión On-line ISSN 0717-9553

Resumen

DE FIGUEIREDO CARVALHO, ZUILA MARIA  y  COELHO DAMASCENO, MARTA MARIA. APLICAÇÃO DA TEORIA DO CUIDADO TRANSPESSOAL EM PACIENTES PARAPLÉGICOS HOSPITALIZADOS: RELATO DE EXPERIÊNCIA. Cienc. enferm. [online]. 2003, vol.9, n.2, pp.77-94. ISSN 0717-9553.  http://dx.doi.org/10.4067/S0717-95532003000200008.

Relato de experiência sobre o processo de cuidar e de ensinar a cuidar de pessoas paraplégicas utilizando a teoria do cuidado transpessoal de Jean Watson. É um estudo descritivo, que envolveu seis pacientes, duas docentes do Departamento de Enfermagem da Universidade Federal do Ceará (UFC) e quarenta alunos matriculados na disciplina Processo de Cuidar II. A coleta dos dados aconteceu no período de abril de 2000 a abril de 2001, mediante entrevistas semi-estruturada que envolveu questões relativas à perda e ao cuidado. Para a aplicação da teoria, foram seguidas as etapas do processo de enfermagem preconizadas por Alfaro-Le Fevre (2000), tendo os pacientes, docentes e alunos, sido considerados parceiros na relação ser cuidado e ensinar/aprender a cuidar. Os pacientes expressam que esta nova estratégia de cuidado gera satisfação e incentivou a realização de práticas inovadoras, tais como: cuidados alternativos do tipo toque e abraços, contato visual e atitude calma. Os alunos, se deram conta da importância do planejamento do cuidado com a pessoa paraplégica, para, assim, prestarem cuidados mais humanísticos e de melhor qualidade. Foi um momento de descobrimento, de exercício da intersubjetividade, pois, na medida em que interagíamos com os pacientes, aprendíamos e refletíamos sobre suas maneiras de viver, ser e agir e, juntos, procurávamos compreender o significado do cuidado ao paraplégico através de diálogos. Assim, aplicar o modelo de cuidado transpessoal em paraplégicos hospitalizados, foi uma maneira de estender a teoria à prática e representou uma oportunidade de crescimento e autonomia da enfermagem no cenário hospitalar

Palabras clave : Paraplégicos; teoria do cuidado transpessoal; enfermagem.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Portugués     · Portugués ( pdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons