SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.41 número1Ensino de 'temas controvertidos' na disciplina de história e ciências sociais na perspectiva dos professoresAnálise crítica do discurso no campo do currículo da formação inicial de professores no Chile índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Em processo de indexaçãoCitado por Google
  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO
  • Em processo de indexaçãoSimilares em Google

Compartilhar


Estudios pedagógicos (Valdivia)

versão On-line ISSN 0718-0705

Resumo

VILLARROEL HENRIQUEZ, Verónica et al. Aprender com o erro é um acerto: Dificuldades enfrentadas por estudantes chilenos na prova do PISA. Estud. pedagóg. [online]. 2015, vol.41, n.1, pp.293-310. ISSN 0718-0705.  http://dx.doi.org/10.4067/S0718-07052015000100017.

O presente estudo buscou caracterizar erros e acertos de estudantes chilenos em seus desempenhos na prova do PISA 2009. Trabalhou-se com dados secundários disponíveis no banco de dados da referida prova. A amostra foi composta por itens de leitura, matemática e ciências aplicados a 5.600 estudantes. A estratégia de seleção foi não probabilística intencional, analisando-se itens de altos e baixos acertos. Empregando-se uma estratégia metodológica quantitativa, concluiu-se que os estudantes chilenos apresentaram maiores dificuldades em itens com problemas extensos, contextualizados, com mais de uma variável e que apresentam informações em diferentes formatos. Quanto ao tipo de item, os mais complexos foram aqueles com respostas abertas e alternativas complexas de múltipla escolha, menos comum em nosso sistema escolar. Resultados do estudo podem ser utilizados para aperfeiçoar os instrumentos de avaliação utilizados em sala de aula.

Palavras-chave : teste PISA; avaliação; aprendizagem.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Espanhol     · Espanhol ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons