SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 número1Rol del pequén (Athene cunicularia ) como controlador biológico mediante el análisis de sus hábitos alimentarios en la Provincia de Iquique, norte de Chile índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Idesia (Arica)

versión On-line ISSN 0718-3429

Resumen

DE SOUZA, Jacimar Luis; D. CASALI, Vicente Wagner; S. SANTOS, Ricardo Henrique  y  CECON, Paulo Roberto. Embalagens plásticas ameaçam a eficiência energética na produção de hortaliças orgânicas. Idesia [online]. 2011, vol.29, n.1, pp.7-14. ISSN 0718-3429.  http://dx.doi.org/10.4067/S0718-34292011000100002.

A produção orgânica de hortaliças geralmente é direcionada a mercados onde o padrão de embalagem são as bandejas de poliestireno expandido e filmes plásticos de polietileno. Contudo, além de poluentes ambientais, os plásticos são energeticamente caros. Assim, objetivou-se avaliar os custos energéticos e a participação relativa das embalagens no sistema orgânico de produção de 10 olerícolas. Os dados de campo foram coletados na área experimental de agricultura orgânica do INCAPER, em Domingos Martins-ES, de 1991 a >2000. A mensuração energética consistiu na transformação dos materiais, insumos, produtos e serviços, em unidades de energia equivalentes. O sistema orgânico consumiu, em média, 1.906.302 kcal ha-1 com embalagens, de um total de 4.571.159 kcal ha-1. Em média, as embalagens corresponderam a 35,8% do total do consumo de energia na produção orgânica. A participação das embalagens no consumo energético variou de 4,6% para a abóbora até 57,4% para o tomate. A eliminação dos gastos com embalagens poderia reduzir os custos, aumentando o balanço energético médio de 2,84 para 5,18.

Palabras clave : Agricultura orgânica; poliestireno; polietileno; balanço energético.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · Portugués ( pdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons