SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 número2Producción y calidad de pepino (Cucumis sativus L.) bajo condiciones de invernadero usando dos sistemas de poda índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Idesia (Arica)

versión On-line ISSN 0718-3429

Resumen

LOSS, Arcângelo et al. Frações orgânicas e índice de manejo de carbono do solo em diferentes sistemas de produção orgânica. Idesia [online]. 2011, vol.29, n.2, pp.11-19. ISSN 0718-3429.  http://dx.doi.org/10.4067/S0718-34292011000200002.

RESUMO O efeito do manejo orgânico pode influenciar positivamente nas frações da matéria orgânica do solo. Este estudo objetivou avaliar as frações orgânicas do solo e o índice de manejo do carbono em áreas submetidas a manejo orgânico sob diferentes sistemas de uso do solo. As áreas selecionadas apresentavam os seguintes sistemas de uso do solo: preparo convencional (PC) com cultivo de milho, plantio direto (PD) com cultivo de berinjela, preparo reduzido (PR) com cultivo de figo, consórcio maracujá - Desmodium sp e um sistema agroflorestal (SAF). Uma área de floresta secundária foi tomada como referência da condição original do solo. As amostras de terra foram coletadas nas profundidades de 0-5 e 5-10 cm. Foi quantificado o carbono orgânico total (COT), o carbono orgânico particulado (COp) e o carbono orgânico associado aos minerais (COam). Em seguida calcularam-se os respectivos estoques (EstCOT, EstCOp e EstCOam) e o índice de manejo de carbono (IMC). Na profundidade de 0-5 cm observaram-se maiores teores de COT na área de figo (PR) seguido de berinjela (PD), sendo na profundidade de 5-10 cm verificado maiores diferenças entre as áreas avaliadas para este atributo. O EstCOp foi maior na área sob plantio direto (0- 5 cm), sendo observado diferenças entre todas as áreas nesta profundidade. Esta área também apresentou o maior IMC. Os maiores valores de EstCOam foram observados na área de figo (PR), nas duas profundidades, sendo constatadas diferenças entre as demais áreas. Os resultados encontrados indicam que o COT foi mais eficiente para identificar mudanças provenientes do manejo adotado na profundidade de 5-10 cm, sendo este comportamento observado para o EstCOp em superfície (0- 5 cm). O IMC encontrado na área de berinjela sob PD, manejado organicamente e com uso de leguminosas na forma de adubação verde, demonstra a maior sustentabilidade do sistema em relação às demais áreas avaliadas.

Palabras clave : Matéria orgânica; fracionamento granulométrico; resíduos vegetais; adubação verde; agricultura orgânica.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · Portugués ( pdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons