SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 número2Efeito do triadimenol sobre o desenvolvimento do feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.) e atividade microbiológica do soloCrecimiento económico en el sector agropecuario-silvícola a nivel nacional y regional en el período 1996 - 2008 índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Idesia (Arica)

versión On-line ISSN 0718-3429

Resumen

DA COSTA CRUZ, Sandra Maria; COSTA RODRIGUES, Antônia Alice; BARBOSA COELHO, Rildo Sartori  y  SILVA SARDINHA, Diogo Herison. Ação indutora de produtos abióticos na resistência de tomateiro e efeito sobre o crescimento micelial de Fusarium oxysporum f. sp. Lycopersici. Idesia [online]. 2011, vol.29, n.2, pp.111-118. ISSN 0718-3429.  http://dx.doi.org/10.4067/S0718-34292011000200015.

RESUMO Os indutores de resistência são compostos que provocam na planta a síntese de PR-proteinas, como também outras respostas de defesa. Visando a obtenção de uma alternativa de controle para murcha de fusário do tomateiro (Lycopersicon esculentum) foram avaliados os produtos Acibenzolar-S-Metil (ASM) (5,0 m g i.a/L de água), Ecolife r (Quinabra) (5 ml/L de água), Biopirol r  (Biocarbo) (2 ml/L de água) e Óleo de nim (15 ml/L de água),  em diferentes épocas de aplicação. Para isso foram utilizadas plantas das cultivares Caline IPA-6, altamente suscetível e IPA-6, suscetível a Fusarium oxysporum f. sp. lycopersici. Os produtos foram aplicados via foliar aos 5, 10 e 15 dias antes da inoculação das plantas. Aos 30 dias após a semeadura as plantas foram inoculadas com 20 ml da suspensão de 1 x 106 conídios/ml-1 do isolado. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado em fatorial 2 x 3 x 4. Realizou-se a avaliação 21 dias após a inoculação através da escala de notas variando de 1 a 5. De acordo com os resultados, observou-se diferença significativa entre os produtos e a testemunha, nas duas cultivares testadas, destacando-se na cultivar Ipa 6 os indutores ASM e Biopirol aplicados aos 5, 10 e 15 dias antes da inoculação que apresentaram 72,23% de controle da fusariose e na cultivar Caline Ipa 6 destacaram-se o indutor ASM e o Óleo de nim 5 dias antes da inoculação e o Biopirol aos  5 e 10 dias antes da inoculação, apresentando os três indutores 75% de controle da fusariose do tomateiro. O ASM, o Biopirol e o Óleo de nim, não inibiram o crescimento micelial do fungo, não havendo diferença significativa entre os citados tratamentos e a testemunha. O Ecolife40 inibiu significativamente o crescimento micelial "in vitro", sendo este considerado o melhor tratamento.

Palabras clave : Indução de resistência; controle; fusariose do tomateiro.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · Portugués ( pdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons