SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número46Sólo en el pueblo confiamos: la estructura moral del discurso político radical de los pobladores en el Partido IgualdadSexualidades radicales: los Movimientos de Liberación Homosexual en América Latina (1967-1989) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Em processo de indexaçãoCitado por Google
  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO
  • Em processo de indexaçãoSimilares em Google

Compartilhar


Izquierdas

versão On-line ISSN 0718-5049

Resumo

DELAZARI, Fagner  e  NASCIMENTO DOS SANTOS, Daiana. Migração, relato e descolonização no Brasil a partir do filme Que horas ela volta?. Izquierdas (Santiago) [online]. 2019, n.46, pp.47-64. ISSN 0718-5049.  http://dx.doi.org/10.4067/S0718-50492019000200047.

O presente artigo pretende analisar o longa-metragem brasileiro Que horas ela volta? (2015), dirigido por Anna Muylaiert, sob o prisma da crítica pós-colonial, especialmente quanto às noções de colonialidade (Quijano), subalternidade (Spivak) e descolonização do imaginário (Akassi). Propomo-nos a investigar os aspectos estéticos, políticos e sociais presentes na obra de ficção, que nos permitam afirmar que a personagem Jéssica representa um esforço de ruptura em relação à colonialidade presente nas relações sociais brasileiras, principalmente no que tange à situação da mulher nordestina e trabalhadora doméstica no início do século XXI.

Palavras-chave : Estudos pós-coloniais; migração; Descolonização; Imaginário; Cinema Brasileiro..

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )