SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.8 número24El nuevo movimiento mapuche: hacia la (re)construcción del mundo y país mapucheAcumulación, regulación, ondas y estrategias en las luchas del trabajo índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Polis (Santiago)

versión On-line ISSN 0718-6568

Resumen

WYCZYKIER, Gabriela. Sobre processos de autogestão e recolectivização trabalhista na Argentina real. Polis [online]. 2009, vol.8, n.24, pp.197-220. ISSN 0718-6568.  http://dx.doi.org/10.4067/S0718-65682009000300011.

Este artigo apresenta uma caracterização do processo de autogestão trabalhista ocorrido na Argentina no período 1990-2006, apontando especialmente sobre o universo das Empresas Recuperadas por seus Trabalhadores. Nesta direção, argumenta-se sobre uma série de dimensões analíticas que singularizan este processo com referência a outras experiências autogestionarias ocorridas antecedentemente. Esta singularidade descansa especificamente em que estas experiências podem ser estudadas como processos de recolectivización trabalhista, cuja emergência e desenvolvimento se localiza num cenário atravessado por um profundo processo de descolectivização social, económica e política. As dimensões destacadas e analisadas para aludir ao processo de recolectivização supõem a exposição de argumentos em torno dos seguintes elementos interpretativos: a reconstrução de um espaço e uma experiência coletiva de trabalho que recuperou parte da história assalariada dos trabalhadores; a reconfiguração de vínculos de sociabilidade ao interior do espaço produtivo; e a relação com organizações sociais e gremiales que representaram os interesses dos trabalhadores destas empresas recuperadas.

Palabras clave : Argentina; autogestão trabalhista; empresas recuperadas por seus trabalhadores; recolectivizacão.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · Español ( pdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons