SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 número25La fugaz verdad de la experiencia (Ecología del acontecimiento y la experiencia formativa)El nuevo paradigma de la complejidad y la educación: una mirada histórica índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Polis (Santiago)

versión On-line ISSN 0718-6568

Resumen

GLARIA, Violeta. Questionamentos ao ensino da Economía desde urna perspectiva complexa. Polis [online]. 2010, vol.9, n.25, pp.165-181. ISSN 0718-6568.  http://dx.doi.org/10.4067/S0718-65682010000100009.

Desde urna perspectiva complexa aparecem claros questionamentos ãos fundamentos e os razonamientos da Economia Neoclásica (que é o que se ensina em Chile quando se ensina Economia), por exemplo, a noção de emergencia: "o todo é mais e menos que a soma da partes" (Morin, 1981), a sociedade não é só um agregado de individuos. O conhecimento é incompleto: não há informação absoluta. Os contextos são determinantes para o entendimento do estudado. As esferas do conhecimento não estáo isoladas, surge a necessidade da transdisciplinariedade. Desde o teorema da incompletitude de Gödel as demonstracões matemáticas não asseguram a a veracidade dos resultados nem a ausencia de subjetividade (além de ter comportamentos, como o humano, que não são reductibles a lógica matemática). É necessário replantearse os entendimentos da Economia e seu ensino. Desenliar novas cátedras de economia que incluam outros conteúdos, metodologías e reflexões epistemológicas, já que, dada a complexidade dos tempos que enfrentamos, e a importancia das decisóes que se tomam em nome da Economia, não podemos contar com profissionais que contem com urna visáo reduccionista dos fenómenos económicos.

Palabras clave : complexidade; emergencia; economia e educação.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · Español ( pdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons