SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 número25Resignificación del ocio: aportes para un aprendizaje transformacionalCalle y escritura como espacio y campo de acción: El testimonio de Carolina María de Jesús, mujer, negra y cartonera índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Polis (Santiago)

versión On-line ISSN 0718-6568

Resumen

PALAFOX MUNOZ, Alejandro; ZIZUMBO VILLARREAL, Lilia; ARRIAGA ALVAREZ, Emilio Gerardo  y  MONTERROSO SALVATIERRA, Neptalí. Introdução ao estudo do turismo através do materialismo cultural. Polis [online]. 2010, vol.9, n.25, pp.461-486. ISSN 0718-6568.  http://dx.doi.org/10.4067/S0718-65682010000100027.

Com o modelo de bem-estar, os sectores económicos tiveram um crescimento sustantivo em México. Com a mudanç do modelo económico, o sector servicos, sobretudo, o turismo, consolidou-se como urna actividade que homogeniza e funcionaliza a paisagem para facilitar a apropiação dos recursos naturais e culturáis das comunidades rurais para a expansão da economia de livre mercado, com o objectivo de que permaneca o modo de produção e reprodução vinculado ao capital, com o que se contradiz a sustentabilidade da actividade. Para a análise de dita situação e seus envolvimentos, propõe-se o uso da estrategia materialista cultural (Harris, 1982) como base teórico - metodológica geral fortalecida com as propostas de Sauer (1925) para o conhecimento da paisagem natural e cultural, e de Cordeiro (2004) para o conhecimento das formas de apropiação da natureza e a cultura que utiliza a expansão capitalista. Com esta proposta espera-se coadyuvar na identificação do processo de apropiação, homogenização e funcionalização, vinculado ao turismo.

Palabras clave : turismo; materialismo cultural; investigação crítica; apropiação.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · Español ( pdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons