SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 número27El sujeto posmoderno en el debate cultural contemporáneoLa figuración del frente costero para la ciudad de Posadas índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Polis (Santiago)

versión On-line ISSN 0718-6568

Resumen

MAZORCO IRURETA, Graciela. Descolonização em tempos de Pachakutik. Polis [online]. 2010, vol.9, n.27, pp.219-242. ISSN 0718-6568.  http://dx.doi.org/10.4067/S0718-65682010000300010.

Vivemos em uma transformação do espaço-tempo: o Pachakutik dos Andes. Índia e intelectuais ocidentais exigem uma mudança de paradigma em matéria de sobrevivência viável a da espécie humana. Descolonização é apresentada como um processo de desconstrução da alienação e subordinação de seres humanos, ea construção simultânea de uma pessoa ativa e autônoma de construir “um outro mundo possível”. Analisamos o risco recolonizar próprias visões embutido na descolonização, movendo-etnocêntrico dicotomias entre colonizador e colonizado, ou entre a Índia eo Ocidente, promovendo a re-code colonizar-nos diariamente. Nós afirmamos que a descolonização deve ser baseada em um novo paradigma filosófico cujas bases propostas neste documento “, que responde a uma visão alternativa e oferecer uma nova linguagem, porque qualquer pensamento que é feita dentro dos mesmos códigos discursivos que colonizam humano diário será funcional para o modelo ser humano e da vida que impôs mesmo assentamento.

Palabras clave : pós-modernismo; multiculturalismo; colonialidade do poder; descolonização; subordinação.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · Español ( pdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons