SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 número43La resistencia social India y el bien de todos: Aportes de Gandhi para una economía noviolentaMovimiento por la Paz con Justicia y Dignidad: construir paz en la guerra de México índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

  • En proceso de indezaciónCitado por Google
  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO
  • En proceso de indezaciónSimilares en Google

Compartir


Polis (Santiago)

versión On-line ISSN 0718-6568

Resumen

MARTINEZ HINCAPIE, Carlos Eduardo. Mandela e a construção histórica da não-violência: Outras formas de fazer e pensar. Polis [online]. 2016, vol.15, n.43, pp.89-110. ISSN 0718-6568.  http://dx.doi.org/10.4067/S0718-65682016000100005.

A proposta da não-violênciaé uma construção histórica, isto é, filha dos desafios que como humanidade ti vemos nos últimos cemanos. É também uma proposta de transformação cultural que procura explicar as mudanças profundas em nossas formas de relacionamento entre seres humanos e natureza. Este trabalho parte por colocar sobre a mesa alguns imaginários que ainda orientam a forma de fazer política, para mostrar que precisamos de novas epistemologias, que se condensam na presente proposta e que permitem-nos aguçarnos sãs percepção das mudanças que estão ocorrendo. Mandela e seupovo fizeramda políticaa arte do encontro e não da confrontação. É evidente que vários dos elementos que lhes permitiram chegar à frente da tentação de guerra e lê-loscomo o seu contributo para este caminho em processo, é efetivamente a não-violência.

Palabras clave : cultura; hegemonia; micropolítica; macropolítica; linhas de fuga; não-violência.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · Español ( pdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons