SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 número43Noviolencia como alternativa de resistencia en Chiapas, México: el caso de Las Abejas de ActealEl feminismo sufragista: entre la persuasión y la disrupción índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

  • En proceso de indezaciónCitado por Google
  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO
  • En proceso de indezaciónSimilares en Google

Compartir


Polis (Santiago)

versión On-line ISSN 0718-6568

Resumen

AGUILAR LOPEZ-BARAJAS, José Luis. Resistência civil não-violenta: a luta contra o Socialismo Real na Polônia. Polis [online]. 2016, vol.15, n.43, pp.203-227. ISSN 0718-6568.  http://dx.doi.org/10.4067/S0718-65682016000100010.

A resistência civil não-violenta colocada em prática na Polônia nos anos 70 e 80 do século XX teve uma dimensão muito importante, de modo que, desde nosso ponto de vista, é uma fator ineludível para a compreensão das causas da desintegração do Socialismo Real nesse país da Europa Central. A pluralidade de formas de ação não-violenta, desde os protestos simbólicos até as organizações paralelas estatais, tornou possível um fortalecimento da sociedade civil, que assumiu a aparência do Sindicato Solidariedade. Esta organização heterogênea formada por um grande número de plataformas civis de diferente perfil, alcançou um poder social que posteriormente outorgou-lheum papel chave na dissolução do regime socialista e no estabelecimento da nova Polónia democrática.

Palabras clave : Não-violência; sociedade civil; solidariedade; KOR; PZPR.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · Español ( pdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons