SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 número45¿Es posible una ecología cosmo-política?: Notas hacia la desregionalización de las ecologías políticasAgentes, procesos y conflictos en la gestión territorial en el estado de Rondônia (Brasil) índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

  • En proceso de indezaciónCitado por Google
  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO
  • En proceso de indezaciónSimilares en Google

Compartir


Polis (Santiago)

versión On-line ISSN 0718-6568

Resumen

PORTO-GONCALVES, Carlos Walter. Luta pela Terra: degradação metabólica e reapropriação social da natureza. Polis [online]. 2016, vol.15, n.45, pp.291-316. ISSN 0718-6568.  http://dx.doi.org/10.4067/S0718-65682016000300015.

Esseensaio parte da premissa que a humanidade e o planeta estãoimersosnumprocesso de transformação metabólica que já provoca até mesmoum debate acerca de umnovo período geológico - ¿Antropocenoou Capitaloceno? - em que a espécie humana seria o principal agente. As relaçõescidade-campo estãosendo transformadas de tal modo que exige que as ciênciasrompamcomsuafontemaior de inspiração - a ideia-força de dominação da Natureza - tal como formulada por Francis Bacon. Vivemos o paradoxo de termos, desde 2007, segundo a ONU, umapopulação urbana maior que a rural e, aomesmo tempo, termos hojequase o dobro de camponeses e de comunidades tradicionais que tínhamosem 1960. A demanda de matéria e energia para sustentar as cidades aumenta exponencialmente aindamais potencializada por umaeconomia subordinada à crematística e à lógica da acumulaçãoincessante de capital. A segunda revolução prometeica com os combustíveisfósseisproporcionou as condiçõesmateriais que enseja a ruptura metabólica que hojeameaça a humanidade e o planeta. Nesse contexto, uma nova fase de violênciaexpropriatória toma conta da humanidade e contra elaemergem grupos sociaisemluta pela reapropriação social da natureza (Leff) ousimplesmente para mantersuas relaçõescom as condiçõesvitais da terra-água-fotossíntese-solo/subsolo. A luta pela reforma agrária é resignificada como lutaaomesmo tempo pela terra e pela Terra.

Palabras clave : reforma agrária; existência; resistência; terra.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · Español ( pdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons