SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 número48Requerimientos de calidad en el ejercicio de la mediación familiar licitada en Chile. Reflexiones para su conceptualización índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

  • En proceso de indezaciónCitado por Google
  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO
  • En proceso de indezaciónSimilares en Google

Compartir


Polis (Santiago)

versión On-line ISSN 0718-6568

Resumen

VALENZUELA, Esteban  y  KOWSZYK, Yanina. Extrativas em transformação pela resistência territorial no Chile: Virando 3 V (verde, verídico, avaliadores). Polis [online]. 2017, vol.16, n.48, pp.291-316. ISSN 0718-6568.  http://dx.doi.org/10.4067/S0718-65682017000300291.

O artigo analisa o fracasso "relativo" da Responsabilidade Social Corporativa (CSR) no Chile num contexto de resistência territoriais, rros empresariais e elementos de transformação sócio-política. Estudam-se casos de escândalos corporativos e resistência sócio-ambiental. A partir de entrevistas com executivos auto-críticos, propõe-se um esquema de mudança para a responsabilidade corporativa e a sustentabilidade pactada com os atores territoriais. Sugere-se também um esquema para as indústrias extractivas o que é problemático por sua associação com a evasão fiscal, o dano ambiental, a cooptação de actores e a corrupção. Os esquemas explícitos de maior sustentabilidade e co-responsabilidade são operacionalizados no conceito de "Empresas 3 V": Informação veraz e pagamento de impostos, Verdes em seus processos de produção e vocação para melhorar o meio ambiente e Valoradoras de todos os trabalhadores (proprios e tercereizados) assim como geradoras de valor futuro para os territórios onde estão inseridas.

Palabras clave : RSE; sustentabilidade; co-responsabilidade; empresas; movimentos territoriais..

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · Español ( pdf )