SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 número50Os discursos legitimadores dos pais trabalhadores chilenos sobre a reprodução do cuidadoSentidos e práticas de paternidade: vozes de homens jovens em privação de liberdade índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Em processo de indexaçãoCitado por Google
  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO
  • Em processo de indexaçãoSimilares em Google

Compartilhar


Polis (Santiago)

versão On-line ISSN 0718-6568

Resumo

FITERMAN, Hannah  e  CAMPOS MOREIRA, Lúcia Vaz de. O pai na gestação, no parto e aos três meses de vida do primeiro filho. Polis [online]. 2018, vol.17, n.50, pp.47-68. ISSN 0718-6568.  http://dx.doi.org/10.4067/S0718-65682018000200047.

Este artigo argumenta sobre o homem e suas transições para a paternidade. A partir das falas dos pais, o objetivo desse estudo foi investigar, na perspectiva do pai, o envolvimento paterno durante a gestação, o parto e o terceiro mês do bebê. A pesquisa enveredou por um caminho qualitativo longitudinal, com 30 homens que estavam sendo pais pela primeira vez. Foram construídos três roteiros de entrevista semiestruturados, contendo questões abertas, considerando os seguintes momentos: (a) último trimestre de gestação; (b) uma semana após o parto; (c) aos três meses do bebê. As falas dos homens entrevistados foram examinadas por meio da análise de conteúdo qualitativa. Os resultados apontaram para um movimento crescente de envolvimento paterno ao se considerar os três momentos de coleta de dados, indicando que os homens passam por contínuas transições, construindo novos significados da paternidade no dia-a-dia com o bebê.

Palavras-chave : Transições; paternidade; envolvimento paterno.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Espanhol     · Espanhol ( pdf )