SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 número53Los programas sociales como mecanismos de “represión desapercibida” en Argentina (2007-2019). Un análisis desde las políticas de las sensibilidades índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

  • En proceso de indezaciónCitado por Google
  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO
  • En proceso de indezaciónSimilares en Google

Compartir


Polis (Santiago)

versión On-line ISSN 0718-6568

Resumen

TELO, Fabricio. Camponeses, emoções e tentativas de resistência armada à ditadura empresarial-militar no Brasil. Polis [online]. 2019, vol.18, n.53, pp.18-38. ISSN 0718-6568.  http://dx.doi.org/10.32735/s0718-6568/2019-n53-1382.

O objetivo deste artigo é analisar a relação entre militantes de organizações armadas e camponeses durante a ditadura militar no Brasil (1964-1985). O foco é sobre como as emoções interferiram nos processos de engajamento, desengajamento e não-engajamento dos camponeses em tentativas de formar grupos guerrilheiros rurais, uma vez que as emoções são uma forma importante para compreender melhor a ação coletiva e da violência política. O caso específico discutido no artigo é a tentativa iniciada pelo Comando de Libertação Nacional (Colina) na área do Rio de Janeiro e continuado pela Vanguarda Armada Revolucionária Palmares (VAR-Palmares) na região de fronteira entre Maranhão e Tocantins. O estudo utiliza a história oral como sua principal metodologia, baseada em entrevistas com sobreviventes daquele período. A análise também foi informada por arquivos da polícia política.

Palabras clave : Camponeses; luta armada; repressão; emoções; sociologia.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · Español ( pdf )