SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 número55Cuerpos de mujeres, significados de género y límites simbólicos en la gran minería en ChileBrotes que no quieren marchitar. El movimiento de ferias y las políticas para la agricultura familiar en Argentina (2015-2018) índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

  • En proceso de indezaciónCitado por Google
  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO
  • En proceso de indezaciónSimilares en Google

Compartir


Polis (Santiago)

versión On-line ISSN 0718-6568

Resumen

EUFRACIO JARAMILLO, Jorge Federico. Emoções, injúria e reconhecimento: os feridos de 22 de abril de 1992 em Guadalajara, México. Polis [online]. 2020, vol.19, n.55, pp.212-235. ISSN 0718-6568.  http://dx.doi.org/10.32735/s0718-6568/2020-n55-1449.

Este artigo pretende contribuir para os debates sobre a importância das emoções para a ação coletiva. Para isso, foram estabelecidos três eixos teórico-conceituais que o articulam: 1) a sociologia e a antropologia das emoções; 2) a injustiça e a injúria moral e: 3) lutas pelo reconhecimento. Especificamente, o documento visa explicar as práticas e sentimentos de um grupo de pessoas feridas em Guadalajara, no México, que foram vítimas de uma catástrofe antropogênica. A informação usada para isso vem da revisão de notas jornalísticas, da realização de entrevistas e de uma imersão etnográfica de alguns anos. A proposta é que sua ação coletiva só pode ser entendida, em termos da sua gênese, força, objetivos e duração, pela profundidade do dano sentido, bem como pelas emoções morais resultantes.

Palabras clave : Dor; tragédia; movimentos sociais; indignação; repressão.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · Español ( pdf )