SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número46Imaginarios sobre la frontera norte en el discurso de la prensa nacional argentinaProducción y consumo de noticias en las redes sociales en Brasil: La proximidad como valor noticia para periodistas y lectores índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

  • En proceso de indezaciónCitado por Google
  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO
  • En proceso de indezaciónSimilares en Google

Compartir


Cuadernos.info

versión impresa ISSN 0719-3661versión On-line ISSN 0719-367X

Resumen

SERRANO-PUCHE, Javier. Jornalismo construtivo: uma resposta às razões dos usuários para evitar as noticias. Cuad.inf. [online]. 2020, n.46, pp.153-177. ISSN 0719-3661.  http://dx.doi.org/10.7764/cdi.46.1714.

Apesar de que o panorama midiático atual permite escolher entre diversas plataformas, fontes e meios para se informar, há usuários que decidem evitar as notícias. Esse artigo analisa as razões que motivam esta evasão de informação, colocando-as em diálogo com as propostas do jornalismo construtivo. Tomando a Espanha como um estudo de caso e através de uma análise qualitativa e quantitativa do Digital News Report - com base num estudo-piloto e num inquérito a 2006 usuários digitais -, os resultados mostram que 50% dos internautas espanhóis da Internet evitam ativamente notícias, uma prática mais comum entre as mulheres, os jovens e as pessoas com baixa renda. As razões apresentadas pelos usuários para não consultarem as notícias referem-se a dois fatores principais. Por um lado, à situação do usuário, seja pela falta de interesse na atualidade seja pela percepção de que a exposição ao fluxo de notícias tem efeitos negativos na pessoa (sendo a principal razão para evitá-las, no 73% dos casos). Por outro lado, também se denunciam aos meios de comunicação - tanto a nível corporativo quanto aos jornalistas que produzem a informação - de não respeitarem alguns princípios básicos da profissão. Especificamente, 29% dos usuários não consultam as notícias porque desconfia da sua veracidade. Os meios poderiam combater essas motivações optando por uma abordagem mais construtiva do jornalismo, baseado em uma cobertura que visa gerar um impacto social positivo.

Palabras clave : jornalismo construtivo; consumo de notícias; evasão de notícias; emoções; confiança nas notícias.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · Español ( pdf )