SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 número1Puntos de vista de estudiantes de pre-clínica sobre educación en ética médica: un estudio de grupo focal en TurquíaLa promesa de confidencialidad: nuevas luces para la investigación científica y la práctica profesional en salud mental índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

  • En proceso de indezaciónCitado por Google
  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO
  • En proceso de indezaciónSimilares en Google

Compartir


Acta bioethica

versión On-line ISSN 1726-569X

Resumen

TRENTIN, Daiane et al. Abordagem a mulheres em situação de violência sexual na perspectiva da bioética. Acta bioeth. [online]. 2018, vol.24, n.1, pp.117-126. ISSN 1726-569X.  http://dx.doi.org/10.4067/S1726-569X2018000100117.

21.

Estudo qualitativo, exploratório e analítico, com objetivo de investigar como os profissionais realizam a abordagem a mulheres em situação de violência sexual, na perspectiva da Bioética de Intervenção. Os participantes da pesquisa foram profissionais da equipe multiprofissional que compõe o fluxo intersetorial de atendimento a mulheres em situação de violência sexual, em um município localizado na região centro-norte do Rio Grande do Sul, Brasil. Os dados foram coletados a partir de entrevistas semiestruturadas, realizadas no período de janeiro a abril de 2016. A amostra foi composta intencionalmente, totalizando 30 profissionais, dentre eles advogado, assistente social, enfermeiro, médico, psicólogo e técnicos. A análise de dados foi orientada pela Análise de Conteúdo Temática. Dos resultados surgiram cinco categorias: Comprometimento profissional; Envolvimento além do âmbito profissional; Trabalho em equipe; intersetorialidade e instrumentalização profissional. A equipe multiprofissional depara-se com desafios na abordagem devido à falta de ambiente adequado e de profissionais para contemplar a integralidade do atendimento, assim como com déficits no próprio preparo do profissional. Persiste a subnotificação dos casos e a resistência em atender casos de violência sexual. Considera-se que Bioética de Intervenção respalda ações interventivas de modo a transformar o contexto e promover melhorias na abordagem a mulher em situação de violência sexual, destacando-se a urgência de políticas públicas e leis verdadeiramente efetivas para a proteção da mulher. A formação continuada e a instrumentalização dos profissionais são estratégias possíveis para atingir esta imagem-objetivo.

Palabras clave : violência contra a mulher; violência sexual; bioética..

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Portugués     · Portugués ( pdf )