SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 número2Ecología del comportamiento humano: las contradicciones tras el mensaje de crisis ambientalLa ficha clínica mirada desde la legislación chilena actual índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

  • En proceso de indezaciónCitado por Google
  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO
  • En proceso de indezaciónSimilares en Google

Compartir


Acta bioethica

versión On-line ISSN 1726-569X

Resumen

FUERTES-GUIRO, Fernando  y  VITERI VELASCO, Eduardo. Aspectos éticos envolvendo o uso de tecnologia da informação em novas aplicações cirúrgicas: telescirurgia e telemonitoria cirúrgica. Acta bioeth. [online]. 2018, vol.24, n.2, pp.167-179. ISSN 1726-569X.  http://dx.doi.org/10.4067/S1726-569X2018000200167.

Fundo: A cirurgia teleguiada é uma tecnologia que envolve procedimentos cirúrgicos, guiados por um especialista ou mentor, executados por outros cirurgiões à distância, usando tecnologias da informação e do conhecimento. Esta inovação terapêutica tem gerado novas oportunidades para melhorar a atenção cirúrgica e a formação dos cirurgiões. No entanto, suas implicações éticas devem ser analisadas para esclarecer seu uso, para verificar a segurança do paciente e eliminar as incertezas. As características da cirurgia teleguiada geram desafios específicos e dilemas éticos que devem ser identificados, analisados e resolvidos. Resultados: Neste artigo os desafios éticos e dilemas da cirurgia teleguiada identificados e analisados vislumbram vários aspectos como a segurança do paciente, sua privacidade e vulnerabilidade, o relacionamento paciente-cirurgião-mentor e consentimento informado, responsabilidade profissional, análise custo-eficácia e solidariedade e justiça social em relação ao uso dos recursos de saúde, a abordagem sistemática para validação da tecnologia nova proposta e conflitos de interesse. Para muitas destas questões são fornecidas soluções, mas muitas ainda estão para serem resolvidas. Conclusões: a cirurgia teleguiada potencialmente melhora o atendimento do paciente e o ensino do cirurgião. Vai ter uma rápida evolução nos próximos anos. Este rápido crescimento não deve ser antecipado para a implantação contínua de garantias éticas para seu uso devido as características particulares que esta tecnologia tem no campo da telemedicina.

Palabras clave : cirurgia teleguiada; análise ética.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Inglés     · Inglés ( pdf )