SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 número2Reflexiones “contractuales” acerca de la ley de interrupción voluntaria del embarazo en ChileCalidad de la atención médica desde un punto de vista bioético en un hospital oftalmológico de Ciudad de México índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

  • En proceso de indezaciónCitado por Google
  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO
  • En proceso de indezaciónSimilares en Google

Compartir


Acta bioethica

versión On-line ISSN 1726-569X

Resumen

HERNANDEZ-GARRE, José Manuel  y  DE-MAYA-SANCHEZ, Baldomero. Culturas cosmopolitas do parto. Contrastando suas bases antropológicas desde uma perspectiva bioética. Acta bioeth. [online]. 2019, vol.25, n.2, pp.225-234. ISSN 1726-569X.  http://dx.doi.org/10.4067/S1726-569X2019000200225.

O objetivo do presente artigo foi explorar, desde uma perspectiva ética, as principais características e bases antropológicas do parto, tratando de elucidar, desde um posicionamento personalista, que padrões são mais consistentes com o respeito da dignidade materna e os princípios básicos da bioética. A metodologia eleita foi a análise documental, mediante o uso de diferentes bases de dados do âmbito das ciências médicas, sociais e antropológicas. Os resultados mostram abordagens bioeticamente antagônicas, situando-se de um lado dois reducionismos ontológicos de corte biologicista, o parto medicalizado e natural, e de outro uma abordagem holística, o parto humanizado. Os dois primeiros rompem com o princípioi da autonomia e não maleficência, ao deixar o destino das mães marcado por sua fisiologia, natureza que, desde uma perspectiva medicalizada, está representada pela noção de risco e fragilidade, ficando as mães expostas a múltiplas intervenções clínicas iatrogênicas; enquanto que, desde uma cosmovisão naturista, é percebida desde a noção de infalibilidade, o que converte as mães em reféns de sua suposta perfeição anatômica. Conflitos éticos que não surgem no modelo humanista, ao representar este às mães como um sujeito social global que excede qualquer reducionismo atomista.

Palabras clave : culturas do parto; parto medicalizado; parto natural; parto humanizado; personalism.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · Español ( pdf )